Skip to main content
Seguro de Responsabilidade Civil Profissional Pela APCD

Seguro de Responsabilidade Civil Profissional Pela APCD

Gratuito para sócios da APCD/ABCD

A APCD e a ABCD em parceria com o Grupo ACE/CHUBB, uma das principais seguradoras do mundo, oferece a todos os seus associados o Seguro de Responsabilidade Civil Profissional, que protege o patrimônio do Cirurgião-Dentista em caso de reclamações de pacientes decorrentes da prestação de seus serviços. Tal proteção ainda garante ao associado os gastos com custos de defesa até a indenização, caso venha a ser responsabilizado. E o melhor, o associado não paga nada para contar com esta proteção, basta apenas estar em dia com sua mensalidade associativa!

Além disso, o associado também pode usufruir os seguintes benefícios:

Clube de Benefícios (descontos em serviços e estabelecimentos); Serviços (Viagens e Turismo); Auxílio Funeral no valor total de R$ 4.325,70 ou com a opção de outros planos e taxas altamente favorecidas; Seguros (automóvel, consultório, vida, renda protegida e outros, com custos diferenciados); Farmácia; Esportes; Cultura e Lazer (espetáculos, parques e outras possiblidades de diversões); Teatro APCD; APCD Prev (plano de previdência complementar desenvolvido exclusivamente para atender às necessidades dos Cirurgiões-Dentistas) e muitos outros.

Associados da APCD têm descontos exclusivos nos cursos da FAOA (Faculdade de Odontologia da APCD). Associe-se à APCD ou à ABCD, as maiores e mais representativas entidades dos Cirurgiões-Dentistas do Brasil!

Estudo aprimora diagnóstico do bruxismo

Estudo aprimora diagnóstico do bruxismo

Há dois tipos de bruxismo, o bruxismo do sono que é considerado um distúrbio do movimento quando o indivíduo está dormindo e o bruxismo de vigília que acontece quando se está acordado. Ambos os tipos são caracterizados pelo ranger e/ou apertar os dentes

A professora Maria Beatriz Duarte Gavião, da Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP) da Unicamp, realiza pesquisas que investigam o bruxismo, atividade repetida da musculatura mastigatória que pode ocorrer durante o sono. Há dois tipos de bruxismo, o bruxismo do sono que é considerado um distúrbio do movimento quando o indivíduo está dormindo e o bruxismo de vigília que acontece quando se está acordado. Ambos os tipos são caracterizados pelo ranger e/ou apertar os dentes.

Recentemente, foi realizado um estudo que utilizou a técnica da polissonografia para diagnosticar o bruxismo do sono em adulto, decorrente da colaboração entre o Programa de Pós-Graduação em Odontologia da FOP-Unicamp e a Universidade Comunitária da Região de Chapecó (Unochapecó), além da participação da Unifesp. O trabalho trouxe dados que ampliam a compreensão sobre o distúrbio, considerado de difícil manejo pela odontologia, pois a polissonografia é a técnica que propicia o diagnóstico definitivo do problema. O estudo foi desenvolvido no contexto do doutorado interinstitucional da FOP-Unicamp e Unochapecó, defendido por João Vicente Rosar, docente da instituição catarinense, sob orientação da professora Paula Midori Castelo.

Durante a polissonografia, o paciente dorme com eletrodos fixados ao corpo, o que permite o registro simultâneo de variáveis eletrofisiológicas, como a atividade elétrica cerebral, o movimento dos olhos, a atividade dos músculos, a frequência cardíaca, o fluxo e o esforço respiratório, a oxigenação do sangue, o ronco e a posição corpórea. O trabalho experimental analisou um grupo de 43 adultos com idades entre 20 e 40 anos, de ambos os sexos, estudantes universitários. “O grupo foi dividido em dois segmentos: um com 28 indivíduos diagnosticados com bruxismo do sono, denominado de GBS, e outro com 15 voluntários saudáveis, denominado de grupo controle (GC)”, detalhou João Vicente.

Testes e resultados

O grupo GBS recebeu um dispositivo interoclusal (placa oclusal) foi antes, um mês e de dois meses depois do início da terapia. Nesse período foram coletados dados relacionados à força de mordida máxima, qualidade do sono, níveis salivares de cortisol e sinais de sintomas de disfunção temporomandibular (DTM).

O grupo GC também foi avaliado nos três momentos, mas não recebeu qualquer tipo de terapia. De acordo com a professora Paula, os pacientes que usaram a placa manifestaram, por meio de respostas a um questionário, a melhora na qualidade do sono e redução das dores de cabeça e região da mandíbula. Entretanto, é difícil avaliar se o dispositivo realmente conferiu melhora à qualidade do sono ou se apenas exerceu efeito placebo.

De todo modo, as análises dos dados coletados mostraram diferenças significativas no decorrer das avaliações feitas junto ao grupo GBS quanto ao aumento na força dos músculos mastigatórios, melhora nos índices funcional e muscular e na qualidade do sono. A concentração de cortisol salivar e o índice articular não mostraram alterações significativas ao longo do ensaio.

Quanto ao grupo GC, não houve diferença significativa nas variáveis consideradas nos três momentos da avaliação. “Os resultados sugerem que o uso do dispositivo interoclusal por dois meses tem efeito positivo na força de mordida máxima, amplitude dos movimentos mandibulares, sintomatologia muscular e na qualidade do sono em pacientes com bruxismo associado à DTM”, aponta a professora Paula e ainda advertiu, “é preciso ter muito critério para indicar o uso do dispositivo interoclusal, os pacientes precisam ser avaliados com cuidado”.

Além disso, comorbidades podem estar associadas e devem ser precisamente diagnosticadas, pois podem ser determinantes do bruxismo do sono, como distúrbios do trato aéreo superior, refluxo gastroesofágico ou ainda o uso rotineiro de medicamentos de ação central. No entanto, acrescenta a docente, não se deve descartar a causa idiopática.

“No caso de crianças, muitas vezes não há manifestação clínica de dores. Se elas ainda têm dentes decíduos (dentes de leite), muitas vezes não adotamos nenhum procedimento. Na fase de dentição mista ou permanente, por exemplo, se a criança apresentar dor e cansaço muscular, ou ainda desgaste dentário, o uso da placa pode ser recomendado”, explica.

Dica: Uma recomendação válida tanto para crianças quanto adultos, destaca a professora Paula, é cuidar da higiene do sono, como os especialistas classificam dormir em ambiente escuro, sem barulho e sem a presença de equipamentos como televisão, celular ou tablet.

Fonte: Jornal da Unicamp

APCD Unidade de Americana

APCD unidade Americana, é uma das 88 unidades regionais da Associação Paulista de Cirurgiões-Dentistas, que é uma associação, sem fins lucrativos, que tem mais de 40 mil afiliados.

APCD Americana: Sobre a Regional

A APCD Americana funciona de segunda-feira das 09:00 às 17:30, terça-feira das 14:00 às 22:00, quarta-feira das 09:00 às 17:30, quinta-feira das 14:00 às 22:00 e sexta-feira das 09:00 às 17:30. As unidades podem ter horários diferenciados, portanto é importante entrar em contato antes do comparecimento.

Confira a seguir as informações de contato da Regional APCD Americana

Endereço: Rua Sete de Setembro, 95, Centro – 13465-320 – Americana – SP

Telefone: (19) 3406-5086

Fax: (19) 3405-2346

Contato: Rose

Site: www.apcdamericana.org.br

Macrorregião: 3

Diretoria da APCD APCD Unidade de Americana

Mauro de Queiroz TellesPresidente
Rafael Muller Vidote1º Vice-presidente
José Antonio Campana2º Vice-presidente
João Carlos WandericoSecretário-geral
Ernesto Frederico Quenzer NettoTesoureiro-geral

Como Chegar na APCD Unidade de Americana

Endereço: Rua Sete de Setembro, 95, Centro – 13465-320 – Americana – SP

Conheça um pouco sobre e APCD

Criada em 1911, no centro de São Paulo, a Associação Paulista de Cirurgiões-Dentistas é uma entidade de classe, sem fins lucrativos, que tem mais de 40 mil afiliados. Localizada hoje no bairro de Santana, na zona norte da cidade, é representada em todo o estados por suas 88 Regionais.

A ACPD tem o comprometimento de sempre ser uma voz ativa na luta por um Odontologia melhor e mais justa. E a cada dia a Associação Paulista de Cirurgiões-Dentistas reafirma seu papel de entidade comprometida com os interesses da classe odontológica, com o fortalecimento da Odontologia paulista e brasileira.

Benefícios para o Associado

A APCD disponibiliza diversos benefícios para os seus associados como:

  • Auxílio para os profissionais quanto à empregabilidade;
  • CIOSP – Congresso Internacional de Odontologia de São Paulo;
  • Eventos científicos e congressos;
  • Clube de benefícios;
  • Seguro de Perda de Renda;
  • Bilheteria.com;
  • Turismo;
  • Planos de Saúde.
O Hospital Sírio-Libanês atende o plano de saúde QSaúde?

O Hospital Sírio-Libanês atende o plano de saúde QSaúde?

O QSáude é um plano individual, não oferece atendimento no Hospital Sírio-Libanês, porem oferece em vários outros hospitais e laboratórios de renome, além disso oferece médicos de família da Clínica Einstein e atendimento 24h pelo app.

Você tem acesso a tudo em um só lugar, com um prontuário médico integrado e um plano de cuidado personalizado, para que QSaúde possa cuidar da sua saúde de forma mais efetiva.rio

Hospitais Credenciados ao Plano de Saúde QSaúde

Além de toda cobertura digital oferecida, o Qsaúde proporciona a você acesso aos melhores hospitais e clínicas de São Paulo.

Albert Einstein

Clínica Einstein

Oswaldo Cruz

Hospital Santa Catarina

Santa Joana

Santa Maria

Hospital dos Olhos

IPQ Instituto de Psiquiatria

HCor - Hospital do Coração

Da Vita

Salomão Zoppi

Delboni Auriemo

Lavoisier

Pro Matre

E Care

Médicos de Família da Clínica Einstein

O Médico de Família é o profissional especializado que atua na atenção primária, capacitado para promover saúde, prevenir e tratar doenças desde crianças a idosos.

Sempre com olhar acolhedor, o SEU MÉDICO estará sempre PRÓXIMO para ouvir você e entender de forma ampla o seu ambiente familiar e de trabalho, conseguindo, dessa forma, cuidar da sua saúde física e mental.

De forma global e integrada, em conjunto com uma equipe multidisciplinar, ele trilha um Plano do Cuidado individualizado, gerenciando sua jornada de maneira assertiva e cuidadosa.

Diferenciais do QSaúde

Atendimento 24h, 7 dias por semana

Agendamento de consultas e exames

Ficha médica

Orientações de Saúde

Carteirinha virtual

Lista de Hospitais e Laboratórios

Próximos Eventos

Botão Qcuidado

Sobre o Hospital Sírio-Libanês

O projeto tem mais de 50 anos de história, de uma instituição que atualmente tem uma área construída de aproximadamente 100 mil m² no bairro da Bela Vista, em São Paulo. Atende mais de 40 especialidades e conta com 466 leitos, dados esses colhidos em maio de 2016, dos quais 47 na Unidade de Terapia Intensiva.

Utilizam dessa estrutura mais de 120 mil pacientes atendidos por ano em suas acomodações, e as pessoas que se beneficiam pela cooperação público-privada, dos projetos de apoio ao Sistema Único de Saúde (SUS).

Certificações e conquistas

O Hospital Sírio-Libanês faz parte de um grupo escolhido a dedo de hospitais que possuem seu trabalho reconhecido com o selo da Joint Commission International (JCI), o órgão de controle de qualidades hospitalares mais importantes do mundo. Hoje em dia é considerado um dos melhores hospitais da América Latina. Os certificados são:

  • ISO 14001 – Gestão Ambiental: certificação internacional que comprova os esforços da instituição para reduzir o impacto de sua operação no meio ambiente;
  • OHSAS 18001 – Gestão da Segurança e Saúde no Trabalho: certificação internacional que atesta o seguimento de boas práticas referentes à saúde e à segurança dos colaboradores, através de um sistema de identificação dos perigos e avaliação dos riscos associados às atividades, produtos ou serviços;
  • Commission on Accreditation of Rehabilitation Facilities (CARF): o Hospital Sírio Libanês foi o primeiro centro médico privado brasileiro a receber essa certificação, que diz respeito à qualidade dos programas de reabilitação oferecidos;
  • Selo Hospital Amigo do Idoso: o Hospital Sírio-Libanês foi a primeira instituição a obter o selo Pleno, o mais alto nível dessa certificação, que é concedida pelo Governo do Estado de São Paulo para instituições que desenvolvem boas práticas e trabalhos focados em pessoas com 60 anos de idade ou mais;
  • HIMSS Analytics: o certificado é dado pela HIMSS, que avalia o estágio da informatização assistencial da instituição, promovendo o uso da tecnologia da informação (TI).

Especialidades

  • Centro de Cardiologia
  • Cardiologia
  • Oncologia
  • Cirurgia Plástica
  • Acompanhamento da Saúde e Check-up
  • Cirurgia Robótica
  • Cirurgia da Mão e Microcirurgia Reconstrutiva
  • Cuidados Integrativos
  • Câncer da Pele
  • Diabetes
  • Doenças Pulmonares e Torácicas
  • Dor e Distúrbio do Movimento
  • Feridas Complexas
  • Fígado
  • Geriatria
  • Hemorragia e Trombose
  • Imunizações
  • Incontinência Urinária
  • Mastologia
  • Medicina do Exercício e do Esporte
  • Medicina Sexual
  • Nefrologia e Diálise
  • Álcool e Drogas
  • Doenças Inflamatórias Intestinais
  • Obesidade e Cirurgia Bariátrica
  • Ombro e Cotovelo
  • Otorrinolaringologia
  • Reabilitação
  • Reprodução Assistida
  • Reumatologia
  • Osteoporose e Saúde Óssea
  • Tabagismo
  • Tornozelo e Pé
  • Urologia
  • Coluna
  • Centro de Infectologia
  • Infectologia
  • Núcleo de Cirurgia l
  • Traumtologia Bucomaxilofacial
  • Núcleo de Cirurgia Vascular
  • Cirurgia Vascular
  • Núcleo do Quadril

Unidades

As unidades abaixo se encontram na cidade de São Paulo e se unem no bairro de Higienópolis.

Unidade Pompéia – Bela Vista

Complexo hospitalar, unidades de internação, Centro Cirúrgico, Centro de Diagnósticos e Pronto Atendimento.

Telefone para Contato
(11) 3394-0200

Endereço e Mapa
Rua Dona Adma Jafet, 115 – Bela Vista

Unidade Itaim – Itaim Bibi

Centro de Diagnósticos, Centro de Acompanhamento da Saúde e Check-up , Centro de Reprodução Humana e Centro de Tratamento das Veias.

Telefone para Contato
(11) 3394-0200

Endereço e Mapa
Rua Joaquim Floriano, 533 – Itaim Bibi

As inscrições estão abertas CIOSP

As inscrições estão abertas CIOSP

O CIOSP presencial está confirmado e de casa nova! A 39º edição do Congresso Internacional de Odontologia de São Paulo acontecerá de 26 a 29 de janeiro de 2022, no Complexo de Eventos Anhembi, em São Paulo.

As inscrições já estão abertas e são gratuitas para todos os profissionais de Odontologia (Acadêmico, Recém-Formados, Cirurgiões-Dentistas, TPD e TSB/ASB (com CRO ativo), mas, por conta da Lei Geral de Proteção de Dados, não serão automáticas. Todos deverão acessar o site www.ciosp.com.br, fazer o cadastro e concluir a inscrição.

Credencial

Para evitar filas, aglomeração e facilitar a entrada de todos os participantes, o crachá não será enviado pelos Correios. O congressista deverá levar o comprovante de inscrição impresso ou digital nos dias do evento. 

Passaporte da vacina

É importante ressaltar que o passaporte de vacinação deverá obrigatoriamente ser apresentado na entrada do evento, seja pelo celular ou impresso. 

Pessoas vacinadas fora do país deverão apresentar o cartão original de vacinação em formato físico, a foto do cartão não é válida. Pessoas que não puderam se vacinar por diretrizes médicas deverão apresentar documento comprobatório.

Quem ainda não estiver concluído o ciclo vacinal, deverá apresentar um comprovante com a primeira dose e/ou um teste negativo da Covid-19 do tipo PCR realizado em até 48 horas antes da entrada no evento ou ainda, se preferir, um teste negativo de antígeno realizado nas últimas 24 horas. Se precisar de alguma informação é só entrar em contato com os canais oficiais de atendimento do CIOSP.

Fonte: https://www.apcd.org.br/index.php/noticias/1689/em-foco/22-11-2021/as-inscricoes-estao-abertas

APCD São José do Rio Preto, Consulte Telefone e Endereço da Regional

APCD São José do Rio Preto é uma das 88 unidades regionais da Associação Paulista de Cirurgiões-Dentistas, que é uma associação, sem fins lucrativos, que tem mais de 40 mil afiliados.

Para conhecer mais detalhes sobre a unidade, confira mais abaixo:

Aproveite o Desconto no Plano de Saúde para Profissionais Inscritos no CRO-SP
Clique Aqui e Simule seu Plano com Desconto

APCD São José do Rio Preto: Sobre a Regional

A APCD São José do Rio Preto funciona de segunda a sexta-feira das 08:00 às 17:00. As unidades podem ter horários diferenciados, portanto é importante entrar em contato antes do comparecimento.

Confira a seguir as informações de contato da Regional APCD São José do Rio Preto

Telefone: (17) 3227-2665 / 3229-1011

Diretoria da APCD São José do Rio Preto

Carlos Alberto Costa Neves BuchalaPresidente
Antonio Carlos Bueno Angelino1ª Vice-Presidente
Sérgio Annovazzi2ª Vice-Presidente
Antonio Fernando de AraújoSecretário-geral
Silvio Henrique Hueb da SilvaTesoureiro-geral

Como Chegar na APCD São José do Rio Preto

Endereço:Av. Francisco Chagas de Oliveira, 875 – 15090-190 – São José do Rio Preto – SP

Conheça um pouco sobre e APCD

Criada em 1911, no centro de São Paulo, a Associação Paulista de Cirurgiões-Dentistas é uma entidade de classe, sem fins lucrativos, que tem mais de 40 mil afiliados. Localizada hoje no bairro de Santana, na zona norte da cidade, é representada em todo o estados por suas 88 Regionais.

A APCD tem o comprometimento de sempre ser uma voz ativa na luta por um Odontologia melhor e mais justa. E a cada dia a Associação Paulista de Cirurgiões-Dentistas reafirma seu papel de entidade comprometida com os interesses da classe odontológica, com o fortalecimento da Odontologia paulista e brasileira.Aproveite o Desconto no Plano de Saúde para Profissionais Inscritos no CRO-SP
Clique Aqui e Simule seu Plano com Desconto

Benefícios para o Associado

A APCD disponibiliza diversos benefícios para os seus associados como:

  • Auxílio para os profissionais quanto à empregabilidade;
  • CIOSP – Congresso Internacional de Odontologia de São Paulo;
  • Eventos científicos e congressos;
  • Clube de benefícios;
  • Seguro de Perda de Renda;
  • Bilheteria.com;
  • Turismo;
  • Planos de Saúde.

Confira todos os benefícios no site http://www.apcd.org.br/


Planos de Saúde para Inscritos na APCD

Os Planos de Saúde são oferecidos em parceria com as operadoras: SulAmérica, Unimed Fesp, Bradesco Saúde, Amil, One Health e Notredame Intermédica.

O Plano de saúde oferecido é um plano coletivo por adesão específico para entidades de classe com APCD. Por isso é uma plano de saúde com ótima estrutura e até 30% mais em conta que um plano de saúde convencional.

Amil APCD Convênio Médico para Dentistas

Amil APCD

Amil APCD possui uma das melhores estruturas com excelente custo-benefício. Com cobertura nacional, reembolso e hospitais de referências.

>> Clique e Saiba Mais

Bradesco APCD Convênio Médico para Dentistas

Bradesco APCD

Bradesco APCD possui um dos melhores atendimento com os mais completos serviços. Com ampla rede de consultórios, clínicas e hospitais.

>> Clique e Saiba Mais

NotreDame APCD Convênio Médico para Dentistas

NotreDame APCD

NotreDame APCD possui uma excelente rede própria e mais uma ampla rede credenciada. Um dos diferenciais são os programas de Medicina Preventiva.

>> Clique e Saiba Mais

SulAmérica APCD Convênio Médico para Dentistas

SulAmérica APCD

SulAmérica APCD traz toda a estrutura de uma empresa com mais de 7 milhoes de clientes. Possui ampla rede credenciada a planos com reembolso.

>> Clique e Saiba Mais

Unimed APCD Convênio Médico para Dentistas

Unimed APCD

Unimed APCD é uma das melhores e maiores marcas de planos de sáude. Possui ampla re credenciada com ou sem opção de reebolso.

>> Clique e Saiba Mais

ONG oferece atendimento odontológico a cidade que só tem 2 dentistas

ONG oferece atendimento odontológico a cidade que só tem 2 dentistas

A Por1Sorriso oferecerá atendimento odontológico e médico para a cidade de Barra do Turvo (SP), que só tem dois dentistas e possui um dos menores índices de desenvolvimento humano do estado

A organização Por1Sorriso acaba de lançar um projeto para a volta de suas atividades presenciais, em que oferecerá atendimento odontológico e médico gratuito e humanizado para pessoas em situação de vulnerabilidade social. O objetivo inicial é atender 100% da população vulnerável de Barra do Turvo, em São Paulo. A cidade tem cerca de 7.700 habitantes e um dos menores IDH-M (Índice de Desenvolvimento Humano dos Municípios) do estado de São Paulo.

“Realizar esse projeto inédito, que visa atender 100% da população de um município que possui apenas 2 dentistas, é muito emocionante e gratificante para todos nós”, afirma Felipe Rossi, Presidente e Diretor de Captação de Recursos e Novos Projetos da Por1Sorriso.

O ‘Projeto Cidade’ contará com uma série de três viagens de campo e tem como previsão de término o ano de 2022. Somente a primeira atividade do projeto já terá a participação de 50 profissionais voluntários e duração de nove dias. A ideia é promover cerca de 600 consultas clínicas de diversas especialidades odontológicas, além de especialidades médicas básicas como radiografia, otorrinolaringologia, ortopedia, pediatria, nutrição, ginecologia e clínica geral.

O projeto conta com o patrocínio da Align Technology, uma empresa global de dispositivos médicos que está impulsionando a evolução da odontologia digital com o sistema Invisalign de aparelhos odontológicos.

De acordo com Ritesh Sharma, vice-presidente e gerente geral da Align Technology, além de oferecer o tratamento ortodôntico, essa parceria busca educar as pessoas sobre a importância da higiene bucal e como ela se reflete na saúde geral de cada indivíduo.

Para conhecer mais sobre a organização Por1Sorriso e seu novo projeto, acesse o site.

Por: Juliana Lima | Fonte : ONG oferece atendimento odontológico a cidade que só tem 2 dentistas (observatorio3setor.org.br)

APCD Mogi das Cruzes alerta para câncer bucal

APCD Mogi das Cruzes alerta para câncer bucal

Maio Vermelho é o mês da luta contra a doença no Estado de São Paulo e pandemia reforça necessidade de cuidados com a saúde da boca

No mês dedicado à luta contra o câncer bucal no Estado de São Paulo, conhecido como Maio Vermelho, a Regional Mogi das Cruzes da Associação Paulista de Cirurgiões-Dentistas (APCD) faz um alerta sobre a doença, que registra 15 mil novos casos por ano e é desconhecida de grande parte da população. A prevenção e o diagnóstico precoce são as principais armas contra o câncer de boca e neste período de pandemia se faz ainda mais necessária a avaliação periódica no dentista.

O Brasil é o terceiro país em incidência do câncer bucal, que pode se manifestar na língua, lábios, bochechas, gengivas e céu da boca, entre outras regiões da cavidade oral. Fatores como alcoolismo e tabagismo estão entre as principais causas dos tumores na boca, mas focos de infecção, como cáries e falta de limpeza, também podem desencadear lesões malignas.

O presidente da APCD Mogi das Cruzes, Paulo Henrique Marques de Oliveira, alerta que infelizmente a maior parte dos casos de câncer bucal são identificados já em estágio avançado e isso se dá principalmente pela falta de hábito de consultas periódicas ao dentista.

“A maioria das pessoas ainda só vai ao dentista em caso de dor ou comprometimento estético, enquanto a saúde bucal vai muito além disso e interfere em todo o organismo. Assim como no médico, a ida ao dentista deve ocorrer pelo menos duas vezes ao ano e é fundamental para prevenir o câncer bucal e outras doenças”, explica.

A direção da APCD Mogi das Cruzes reforça o alerta ainda da importância da saúde bucal neste período de pandemia da Covid-19. Isso porque as pessoas que enfrentaram a doença sentem os sintomas por muitos meses depois de serem curadas. E alguns deles passam pela saúde bucal, como a perda de paladar e até mesmo a perda de dentes, que pode estar associada com a Covid.

Ainda não há evidências rigorosas de que a infecção possa levar à perda de dentes ou problemas relacionados, mas já existem relatos de pessoas que sofreram com esse sintoma. E especialistas também falam sobre um possível comprometimento nas gengivas.

Além disso, problemas dentários já existentes podem ser agravados pela Covid-19. Outros sintomas relacionados aos dentes são o escurecimento com uma cor acinzentada, dentes lascados ou ainda com sensibilidade.

“É preciso redobrar os cuidados, especialmente porque mais de 47% dos adultos com mais de 30 anos têm alguma forma de doença periodontal. Por isso, siga todos os cuidados preventivos da Covid-19 e cuide da saúde bucal”, conclui o presidente da APCD Mogi das Cruzes.

APCD Nos Dias de Hoje, sua função e missão

A Associação Paulista de Cirurgiões-Dentistas é um grupo de classe, sem nenhum fim lucrativo que, nos dias de hoje, ocupa o lugar de destaque no cenário da Odontologia mundial. Com 108 anos de traição, a APCD está em todo o Estado de São Paulo, por meio de suas 88 Regionais, somando mais de 40 mil associados. A entidade que nasceu modesta, mas ambiciosa, no centro da Capital, em 1911, hoje tem uma entidade no bairro de Santana, zona norte, com mais de 19.000 m² de área construída e nela oferece o que tem de melhor para os associados em termos de serviço e beneficio.

O aperfeiçoamento profissional e cientifico sempre foi um dos maiores objetivos do grupo. Não é atoa que tinha um dos maiores congressos do mundo, o Congresso Internacional de Odontologia de São Paulo – CIOSP, feito pela Associação Paulista de Cirurgiões-Dentistas, há mais de 60 anos, e vários congressos de especialidades. Fora as atividades associativas e científicas, também promove eventos culturais, esportivos, assistenciais , sociais e de lazer.

Suas ambições e Destaques

A APCD tem destaque pela atuação nos vários âmbitos governamentais – municipal, estadual e federal – em beneficio de uma saúde oral mais justa e indiscriminada a toda população brasileira. É um grupo extremamente engajada na luta pela valorização da Odontologia e pela melhoria da saúde oral, com parcerias em programas e campanhas, estaduais, municipais e federais na procura de beneficio da saúde oral e de um atendimento melhor para á população, como o Programa Brasil Sorridente, estreado em 2004 pelo governo federal e pelo Ministério da Saúde, que tem como prioridade a saúde bocal do povo brasileiro.

Se ressalta também a atuação sempre presente e eficaz da APCD em projetos do governo, como a assinatura de contratos de fluoretação das águas de diversos municípios de São Paulo; a interposição de encontros entre governantes para a habilitação do Estado e o Município como Gestores Plenos do Sistema Único de Saúde (SUS); anuência de espaço para o encontro entre os secretários de Estado da Saúde de São Paulo que discutiu o SUS e melhorias na assistência á população, prevenção de doenças; com posição firmes contra projetos de lei que interrompem ou prejudicam o exercício da profissão.

Postos de saúde da capital já iniciaram vacinação contra a gripe

Postos de saúde da capital já iniciaram vacinação contra a gripe

O município de São Paulo começou no dia 10 de abril a 22ª campanha de vacinação contra Influenza. A vacina que está disponível nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) da capital protege contra três subtipos do vírus da gripe (H1N1, H3N2 e Influenza B) e é destinada aos grupos prioritários definidos pelo Ministério da Saúde, compostos por pessoas mais propensas a desenvolver complicações causadas pelo vírus influenza.

A campanha acontece anualmente, pois a proteção conferida pela vacinação é de aproximadamente um ano e a dose é oferecida nos meses que antecedem o inverno, quando a circulação do vírus é mais intensa. Em 2018, a cobertura entre os chamados grupos elegíveis foi de 81,5%. A meta é chegar a 90% de adesão.

A campanha de 2019 será realizada por etapas, assim como ocorreu em anos anteriores. De 10 a 19 de abril, a vacina será aplicada em gestantespuérperas (mulheres que deram a luz até 45 dias após o parto) e crianças de 6 meses até 5 anos, 11 meses e 29 dias de idade.

De 22 de abril até 31 de maio (data prevista para o término da ação), serão incluídos os demais grupos: trabalhadores da área de saúde, povos indígenas, pessoas com 60 anos ou mais de idade, pessoas com doenças crônicas e outras condições clínicas especiais, professores (escolas públicas e privadas), adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional. Durante todo o período da campanha, ocorrerá a atualização da caderneta de vacinação de crianças, gestantes e puérperas.

coordenadora do Programa Municipal de Imunizações (PMI), da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de São Paulo, Maria Lígia Nerger, explica que a vacina influenza é segura e que os rumores de que ela causa gripe não são verdadeiros.

“Há boatos de que a vacina provoca a gripe ao invés de preveni-la, mas essa informação é incorreta, já que a dose aplicada nas UBSs é composta por partículas de vírus morto, o que inviabiliza a contaminação. Uma parcela muito pequena da população vacinada pode apresentar febre baixa ou mal-estar alguns dias após receber a vacina, o que não contraindica a vacinação”, orienta a coordenadora.

Para se vacinar, é preciso levar documento de identificação e, se possível, a carteira de vacinação e cartão SUS até a unidade mais próxima. Os profissionais de saúde e educação precisam apresentar holerite ou crachá de identificação. Portadores de doenças crônicas e outras comorbidades devem levar a receita da medicação que faz uso com data dos últimos seis meses ou prescrição médica.

Para pessoas que já tiveram alergia grave em doses anteriores ou a algum componente da vacina, recomenda-se realizar avaliação médica criteriosa sobre risco-benefício da vacina antes da administração de uma nova dose. Pessoas com febre alta recomenda-se adiar a vacinação até a resolução do quadro.

Fonte: http://www.apcd.org.br/index.php/noticias/1407/em-foco/23-04-2019/postos-de-saude-da-capital-ja-iniciaram-vacinacao-contra-a-gripe